In blogmas pensamentos da madrugada pessoal textos

Sobre sair, dançar, se divertir e se permitir

Essa semana fomos a festa de formatura da minha prima. Confesso que sempre fico meio deslocada nesses eventos, porque tenho muita vergonha de me soltar e me permitir ter um momento legal. Sempre fui muito alta, grande, e toda vez que encontrava com amigos e familiares para dançar, me sentia o próprio boneco do posto de gasolina toda desengonçada.

Tudo faz parte desse treco que a gente chama de autoestima, e a minha não é lá das melhores. Acontece que ontem dei o primeiro passo para ligar o foda-se e me permitir fazer algo para me sentir bem comigo mesma, sabe? Encontrei com duas primas, sem nem saber que elas estariam lá, e acho que pelo motivo de não nos vermos há um tempo, e estarmos tão felizes de termos nos encontrado, eu não pensei muito sobre o que outras pessoas iriam achar ao me ver dançando.

Juntei isso tudo ao fato de ter sido uma semana bem cansativa, e simplesmente dancei. Dancei bem? Dancei mal? Não liguei muito, o fato é que eu nunca me diverti e ri tanto em uma noite só. Não me importei se estava parecendo o bambi em uma pista de gelo, ou se era a própria dançarina da Beyoncé... Eu só me diverti. E eu nunca me senti tão leve quanto nessa noite.

Posso não ser a pessoa que agora está ligando o foda-se para tudo na vida, mas pelo menos para esses fatores de parar de pensar no que estão pensando de mim... nisso eu tô começando a mudar. Nada vai ser do jeito que eu imagino de um dia pro outro, e com certeza virão momentos em que não estarei confortável comigo mesma, mas o legal é que o primeiro passo foi dado, e isso é o que importa. 

Então, se tem uma dica que posso dar a vocês é: saiam, dancem, cantem, pulem, se divirtam, e o mais importante... se permitam! 

Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário