In pensamentos da madrugada pessoal sentimentos texto

Não é porque não exponho que não sinto

Se existe uma coisa que tenho dificuldade é em deixar meus sentimentos fluírem. Já fui chamada, muitas vezes, de coração frio - ou sem coração - exatamente por não saber demonstrar tudo que ocorre aqui dentro.

Quer saber a verdade? Eu sinto, e muito. Sinto vontade de gritar, mas prefiro me calar. Sinto vontade de chorar, mas prefiro sorrir. Sinto vontade de amar, mas prefiro me afastar. Nunca entendi muito bem o porquê de ser assim, mas eu sou. 

Hoje já tento mudar isso um pouco, não que eu já exponha todos os meus sentimentos, mas pelo menos tento colocar pra fora essa tempestade de coisas que circulam dentro de mim. Hoje eu entendo que é importante destruir essa barreira aos poucos. Não pro mundo ficar sabendo dos meus sentimentos, afinal não devo provar nada a ninguém, mas sim para ser sincera comigo mesma. Ser sincera com o que sinto e com o que penso. 

Lógico que isso já me atrapalhou várias vezes e me impediram de viver coisas que gostaria de ter vivido. O que me dói um pouco é que por ter essa casca mais  grossa, as pessoas pensam que é ok jogar coisas na minha cara, ou agir de modo mais bruto comigo. Não tem problema, afinal eu sou muito fria, né? 

Mas deixa eu te contar um segredo: as pessoas que menos expõem podem ser as que mais sentem. A gente sente calado, a gente ama calado, a gente chora calado, porque tudo aquilo é só nosso, e na maioria das vezes não achamos que devemos compartilhar com toda e qualquer pessoa.

Não julgo quem se expõe toda hora, ou quem tem essa grande facilidade em falar o que sente e o que pensa. Todos somos seres únicos e temos nossas próprias maneiras de agir. O que quero esclarecer é que, exatamente por esse motivo, não tente forçar alguém a ser o que ela não consegue ser.

Posso não uma pessoa que saia falando aos quatro ventos tudo o que sinto e o que se passa na minha mente, mas pode ter certeza que sou alguém que, se eu amo, eu amo com todo o meu coração e sinceridade. Posso falhar as vezes, - afinal sou um ser humano - principalmente na questão de deixar todos esse sentimentos saírem em forma de palavras, mas vou me esforçar para mostrar o quão importante você é pra mim.

Um conselho: demonstre o que você sente da forma que sente e da forma que se sentir confortável em demonstrar. Aceite com todo o seu coração tudo o que se passa dentro de você, e dê valor àquilo que sente e pensa. Não permita que rebaixem seus sentimentos. Como diria Jessie J: Just be true to who you are.

Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário