CHAPADA DOS VEADEIROS: CACHOEIRA SÃO FÉLIX E SINAL DE TELEFONE NO MEIO DO NADA

Quem acompanha o canal e as redes sociais do blog (insta e face), sabe que no feriado de 07 de Setembro, eu, Ayana, mamãe, Inaê e tia Márcia fomos acampar lá na Chapada dos Veadeiros.  Estávamos precisando de um tempinho no meio do mato e das cachoeiras pra desestressar um pouco, sabe?!

Nosso roteiro foi bem simples e terminamos de decidir tudo quando chegamos lá. Saímos cedo na quinta-feira e fizemos uma pequena parada em Alto Paraíso para comprar mantimentos (mais do que já tínhamos), já que decidimos acampar. Seguimos para Cavalcante, onde abastecemos o carro e compramos picolés por conta do calor infernal que estava fazendo. Com tudo pronto, pegamos a estrada de chão e subimos a serra em direção ao nosso destino e local favorito no mundo: Povoado Kalunga do Engenho II

Quando estávamos nos organizando pra irmos para lá, tia Márcia entrou em contato com o seu Jorge Moreira, dono do Camping Kalunga Moreira, esse lugarzinho simples e lindo aí da foto de cima, onde ficamos. O terreno é bem amplo, limpo e plano, e acabamos montando nossas barracas embaixo de umas árvores maravilhosas que tem por lá.

O lugar conta com uma casa de apoio (foto abaixo) que contém uma geladeira, um fogão a lenha, além de coisas antigas do antigo dono (o falecido sogro do seu Jorge). Além da casa, existe dois banheiros, e uma área coberta com uma grande mesa para refeições, um fogão a gás e um fogão a lenha.



Nosso primeiro dia foi de pura preguiça. Depois de descarregarmos todo o carro (que veio lotado de coisa), montamos as barracas, fizemos uma comidinha quentinha e gostosa no fogão a lenha (mamãe e tia Márcia se divertiram horrores), e por fim, aproveitamos a noite com uma lua magnífica e uma fogueira aconchegante!

No outro dia, decidimos conhecer a Cachoeira São Félix. Com a companhia do nosso guia, Geovan Moreira (filho do seu Jorge), pegamos uma estrada de terra de um pouco mais de uma hora, passando pela comunidade São Domingos, e nos divertimos horrores com muita música e a bela paisagem da estrada.

Chegando na propriedade da cachoeira, atravessamos um ponte que balança para um caramba, pagamos nossas entradas e seguimos em um trilha muito de pequena para chegar até o nosso destino maravilhoso.

E minha cara de felicidade quando comecei a ouvir aquele barulho gostoso da água caindo da cachoeira?! Entre as árvores já dava pra ver a queda d'água, e meu coraçãozinho já estava muito feliz

A São Félix é a mistura perfeita de praia e cachoeira!! Tem uma queda d'água linda e refrescante, a mata que a cerca é maravilhosa, e a areia branca deixa o clima bem praiano. É uma cachoeira bem tranquila, e quando fomos não tinha muita gente então deu pra aproveitar bem.

Ah, lógico que dá pra nadar, mergulhar e se esbaldar na água, mas pra quem gosta de ficar relaxando, pegar um sol e curtir a água, tem umas pedras grandes do lado da queda d'água que são perfeitas pra isso.

Depois de horas de muita água, sol e descanso, fomos almoçar. Lá na própria entrada da cachoeira, onde pagamos, tem uma família de Kalunga que faz o almoço se você quiser e reservar. Então, reservamos o almoço para as 15h e quando deu a hora, fomos comer. Nem preciso dizer que estava uma delícia, né?! Aquela comida caseira, feita no fogão a lenha, e de quebra almoçar em um quintal com a vista maravilhosa para os morros e animais fofos te fazendo companhia

E com uma tarde incrível como essa, infelizmente, a hora de ir embora chegou. Quando estávamos indo à cachoeira, o Geovan comentou que em um certo ponto da estrada, pegava sinal de telefone. Logo, como precisávamos mandar um sinal de fumaça para a família, pedimos que na volta, ele nos avisasse onde era para podermos parar.

Pois bem, estávamos lá bem de buenas cansadas porém cantantes, e quando chegamos a uma certa curva, ele disse pra parar porque era ali. Detalhe: NO MEIO DO NADA! Sério gente, imagina a bela cena: cinco loucos no meio do nada em cima de uma pedra aleatória tentando encontrar sinal de telefone?! Foi maravilhoso HAHA

E pra fechar com chave de ouro: aquele pôr do sol de te fazer chorar de tanta beleza ❤ No final de tudo, valeu super a pena conhecer um lugar novo, e passar aquele feriado no meio da natureza. Deu para relaxar, respirar direito, e lógico, aproveitar o tempo em família no meio do mato!! 

O QUE GASTAMOS:
  • Camping: R$40,00 por pessoa/diária
  • Almoço: R$30,00 por pessoa
  • Entrada CAT: R$20,00 por pessoa
  • Guia: R$80,00 por grupo
  • Entrada São Félix: R$20,00 por pessoa

Ficou curioso pra ver mais do noss feriadão na Chapada?! É só dar o play no vídeo e se maravilhar ainda mais com esse lugar 


  • Já conheceu a Chapada dos Veadeiros?! Me conta como foi sua experiência aqui nos comentários!!

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.