In Amigurumi d'Amour Contos e Encontros Espalhando Amor indicação inspiração Memorialices Secret Magic Vênus em Arte

Espalhando Amor #1 • links de março

Photo by Helena Lopes from Pexels

Esse ano me fiz uma promessa: dar mais valor a quem está a minha volta (fisicamente ou virtualmente). Então pensei em fazer um post especial a cada fim ou início de mês com links de pessoas maravilhosas aqui na internet. 

É hora de espalhar um pouco de amor, com links do mês de março! 💛


1. MEMORIALICES
Conheci o blog da Luana através do grupo do UB no Facebook. Sabe aquela pessoa com um jeito único, e que passa verdade, amor e autenticidade em tudo o que faz? A Luana é assim. O blog dela é a coisa mais linda que já vi, e suas resenhas são super bem escritas.

Eu estou muito viciada no conteúdo dela, e amo ler suas resenhas (acabo sempre com uma lista de leitura ao ler suas postagens). Outra coisa que me enche o coração de amor são as suas fotografias. Você percebe o cuidado que ela tem para tirar as fotos, para harmonizar todos os elementos, e para fazer a edição perfeita. É um trabalho lindo.

Se quiser acompanhar a Luana é só clicar aqui → BLOGINSTAGRAMYOUTUBE

2. VÊNUS EM ARTE
O Vênus em Arte é um dos canais da Luly Lage no Youtube. Ela é formada em Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis, e compartilha seus conhecimentos sobre a arte com a gente. O que me fez amar o canal da Luly foi o fato dela falar de um jeito simples.

Gosto muito de artes, mas confesso que nunca tive muita paciência para estudar mais a fundo (que vergonha, hein?). E com ela, tudo fica mais simples e compreensível. Particularmente, sou apaixonada nos vídeos em homenagem a grandes nomes femininos na arte. Simplesmente maravilhosos!

Para ver os vídeos incríveis da Luly, é só clicar aqui → YOUTUBE

3. CONTOS E ENCONTROS
Eu amo um bom blog de viagens, e quando conheci o da Juliana me apaixonei. Ela compartilha desde roteiros interessantes pelo mundo a dicas para economizar na sua viagem. A Ju é uma fofa, se dedica muito para fazer o melhor no seu trabalho e, como uma boa sagitariana, é um espírito livre e leve.

Você percebe o cuidado e dedicação que ela tem em cada post, e sem contar que você sente que ela ama e se diverte ao compartilhar tudo com a gente. Ela já escreveu um e-book, e o perfil dela no Instagram é daqueles que te dá vontade de empacotar tudo e sair pelo mundo, sabe?

Quem quiser acompanhar o trabalho da Ju, é só clicar aqui → BLOGINSTAGRAMYOUTUBE

4. SECRET MAGIC
A Kammy é aquela pessoa linda que caiu na minha vida graças a internet. Primeiramente, conheci o perfil dela no Instagram. Assim como a Luana, a Kammy tem um cuidado enorme com suas postagens. As fotos são lindas e harmônicas, e ela sempre vai ter dicas maravilhosas de leituras!   

O blog dela é um combo de tudo o que amamos: livros, viagens, Harry Potter e lifestyle! Assim como nas redes sociais, cada post é escrito com carinho e atenção. Você sente que tá em uma conversa com uma amiga, sabe?

Para acompanhar a Kammy, é só clicar aqui → BLOGINSTAGRAMYOUTUBE

5. AMIGURUMI D'AMOUR
E pra fechar com muito amor, um projeto lindo de uma amiga minha: o Amigurumi d'Amour! A Ivila Laine é a idealizadora do projeto, e para você que não conhece, amigurumis são bichinhos de pelúcia feitos de crochê. 

É um trabalho super delicado e o resultado é lindo. A Ivila começou o projeto no final de março, e já fez um bichinho mais lindo que o outro. Se você acompanha o IM no Instagram, viu o meu amigurumi lindo, o Blue (meu ursinho azul)

Quando você adquire um amigurumi, você recebe um certificado de adoção do bichinho e um documento que conta a história do seu novo amiguinho. O Blue, por exemplo, veio do Nordeste da Tailândia, já visitou diversos países e fez trabalhos voluntários com a ONU e com a Unicef. Com isso, você percebe todo o carinho e cuidado que ela tem com os amigurumis.

Para conhecer mais sobre o projeto, é só clicar aqui → INSTAGRAM
Espalhe um pouco de amor, e visite os projetos de cada uma das meninas! 💛

Read More

Share Tweet Pin It +1

2 Comments

In 6 anos de IM aniversário blog do IM pessoal texto

Coisas que vivi em 6 anos de blog

No dia 07 de Abril de 2013, eu compartilhava o primeiro post no blog. Muitos podem não saber, mas antes o IM tinha outro nome, e na época eu só postava alguns pensamentos aleatórios que surgiam na minha mente. 

Em 6 anos de blog, eu vivi muitas mudanças. Pra começar, o blog virou Imprevistos Musicais; a Yamana de 2013, hoje está com 22 anos e não pensa mais em metade das coisas que pensava naquela época; eu cresci, o IM cresceu, e muita coisa aconteceu nesse meio tempo.

Venho aqui, então, com as coisas que eu vivi nesses 6 anos de Imprevistos Musicais

1. Fiz a minha primeira viagem internacional
Para começar, lá em 2014, poucos meses depois do primeiro post no blog, fiz meu intercâmbio para a Inglaterra. Se você já me acompanha há algum tempo, já deve estar cansado de ver coisas relacionadas a essa viagem. Mas acontece que, sem essa viagem, nem sei se eu compartilharia tanta coisa da minha vida aqui no IM. 

Falar sobre o meu intercâmbio, compartilhar os momentos, fotos e vídeos dessa viagem, me permitiu olhar para outras coisas legais que acontecem na minha vida, e tudo isso acaba virando conteúdo aqui pro blog. 

2. Virei colunista de música no AGAP
Com toda certeza, uma das coisas mais divertidas que aconteceu nesses 6 anos, foi eu ter virado colunista de música no blog Another Girl, Another Planet. Lembro como se fosse hoje do momento em que me inscrevi para ser colunista.

Já acompanhava o blog da Paloma há um tempo, e foi em 2014 que ela abriu vagas para colunista. Logicamente, escrevi um texto sobre música, e fui escolhida. Nem podia acreditar! Esses anos em que compartilhei mais sobre o mundo musical lá no AGAP foram sensacionais, além de ter conhecido meninas muito incríveis. 

3. Entrevistei duas pessoas especiais
Adoro ler e ver entrevistas de pessoas que acompanho, e sempre quis trazer mais desse conteúdo aqui pro IM. A primeira que fiz, foi no final de 2014, onde tive uma conversa com uma amiga minha, a Kirlyam Cox. Ela tinha participado do programa 90 Day's Fiancé, e fazia um tempo que estava morando com o seu marido nos EUA. Foi uma conversa super legal, e foi ótimo saber como era a vida de uma brasileira morando no exterior.

A segunda entrevista foi uma conversa super especial que eu tive com um garoto que sempre me inspirou nas redes sociais, o Jonathan Lizzi. Ele não é ninguém famoso, mas sabe aquelas pessoas que te inspiram e te motivam simplesmente por serem pessoas de luz? Ele é uma dessas pessoas. A entrevista foi feita pelo twitter, e foi muito inspiradora. Lembro que ele foi super solícito e educado. Um dos meus posts favoritos!

4. Fiz milhares de projetos pessoais
Eu sou aquela pessoa louca que adora entrar em vários projetos ao mesmo tempo, sabe? Não consigo ficar parada, e sempre quero fazer mil coisas de uma vez! 

Aqui no IM já teve de tudo: listei coisas para fazer antes dos meus 18 anos, fiz 101 metas para cumprir em 1001 dias, me propus a viver 100 dias de felicidade (postando uma coisa que me fazia feliz em cada dia), participei de projetos com outras blogueiras, comecei a escrever sobre temas diversos, e por aí vai. Sempre algo diferente para testar a minha criatividade!

5. Comecei a escrever em inglês
Sempre amei a língua inglesa, e lá em 2017, eu me propus a praticar mais. Comecei, então, a escrever posts em inglês, e foi um grande desafio. Acredito que consigo me expressar bem na escrita, mas sempre tento dar mais atenção a gramática correta, sabe? 

Os textos me ajudaram muito, e além de escrever, estou lendo cada vez mais livros em inglês. A gramática correta é super importante, mas a linguagem do dia a dia também é super divertida para aprender. 

6. Compartilhei meus sentimentos mais sinceros
E antes de mais nada, acredito que o IM sempre foi o lugar onde eu posso ser quem eu realmente sou. Aqui, compartilhei experiências novas, viagens, shows, mas o que mais coloquei em cada post foram os meus sentimentos.

Aqui eu me abri como nunca me abri com alguém, e aqui eu consigo expressar cada sensação, cada sentimento. Criei o "Pensamentos da Madrugada", onde falo sobre temas que estão vagando pela minha mente, principalmente nas madrugadas, e que sempre quis falar daquilo com alguém mas não sabia o jeito certo de começar essa conversa.

Já falei sobre meus medos, minhas inseguranças, mas também sobre aquilo que me faz bem. E o Imprevistos Musicais, sem sombra de dúvidas, é um dos meus cantinhos de felicidade!
Aqui está o meu (atrasado) agradecimento a quem lê o IM, e minha pequena homenagem a esses 6 incríveis anos de blog 💛

Read More

Share Tweet Pin It +1

12 Comments

In 642 coisas música pessoal texto

A primeira apresentação...

Photo by David Beale on Unsplash

Tudo começou com uma dor de barriga. Daquelas de nervoso, sabe? Aí passou pra um agonia interna, uma tremedeira leve nas mãos, e aquele sorriso nervoso. Mas eu fui. Me arrumei toda, coloquei um belo cachecol (por estar meio gripada e o clima ainda tava meio frio). E fui.

Peguei uma carona com a minha mãe, ela me desejou um "boa sorte", e entrei no teatro da escola. O ar condicionado não estava ao meu favor, estando no mais gelado possível, e vários alunos estavam aguardando o começo. O nervosismo só aumentava.

Encontri minha professora e meus amigos, todos naquele clima de ansiedade e expectativa. E começou. Aluno por aluno foi subindo ao palco, falando seus nomes, e cantando. Era a primeira vez que eu cantaria na frente de pessoas da escola e no teatro.

Quando chegou minha vez, minha professora olhou pra mim, e com toda a alegria e expectativa me desejou boa sorte e pediu para que eu ficasse calma. Respira. Subi no palco, me apresentei, e ouvi os primeiros acordes do piano.

Tava tudo muito rápido. E com isso quero dizer que a pianista estava muito rápida. Ela esqueceu o andamento que eu cantava, e acelerou a música. Eu mal respirava. Cantei do jeito que conseguia, tentando não demonstrar meu desespero. E tudo terminou em três minutos. Os minutos mais rápidos e demorados da minha vida.

Várias coisas se passaram na minha mente: vou errar, minha voz não vai sair, eu não vou conseguir respirar no momento certo, vou errar a letra, vou errar o tempo, eu vou travar. Mas nada disso aconteceu. Terminei, todos aplaudiram, e recebi elogios dos meus amigos e da minha professora.

Enfim, respirei. Não fui ótima, não foi a minha melhor performance, mas para a primeira vez, foi divertida. Fiquei mais relaxada ainda depois de assistir os outros alunos se apresentando. Uma voz diferente da outra, e uma voz mais linda que a outra.

Ali eu percebi que realmente amo a música. Ela é incrível e faz coisas incríveis. 💛

Esse texto faz parte do projeto "642 Coisas". 
150. Descreva um momento guardado em sua mente em detalhes, e escreva o motivo de lembrar-se dele.

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In gente que me inspira inspiração Leon Briges música para ouvir

A voz inspiradora de Leon Bridges


Todd Michael Bridges, conhecido por seu nome artístico Leon Bridges, é um cantor americano de soul music. Tive o prazer de conhecer essa maravilha da música por um amigo meu (obrigada), e desde então não me canso de escutar.

Leon tem uma voz doce, melódica e que te envolve como um abraço. Suas músicas são lindas, dão uma sensação boa e diferente, e tem algo nela que te motiva e te inspira. Vem saber um pouco mais da sua história!


Leon nasceu no Texas, aprendeu a tocar guitarra e fez inúmeras apresentações em sua cidade natal. Foi em 2014 que assinou seu primeiro contrato com a Columbia Records, e com sua música Lisa Sawyer, escrita sobre sua mãe, ele definiu o estilo neo soul de seu som.

Seu primeiro single foi Coming Home, e até hoje é a música mais conhecida dele. O álbum de mesmo nome foi lançado no verão de 2015 e indicado a melhor álbum de R&B no 58º Grammy Awards (2016).

Devo dizer que o seu primeiro álbum é a coisa mais linda que já ouvi. Toda a vibe soul e R&B dos anos 60 te traz uma sensação de paz e felicidade, e você não consegue parar de escutar.

A primeira vez que escutei o álbum todo, eu literalmente, dormi de tão relaxada que fiquei. É um álbum muito bem feito, com músicas lindas, e com essa voz maravilhosa desse homem!


Meu primeiro contato com Leon Bridges foi através do vídeo de River. Nos primeiros segundos em que esse homem abriu a boca, eu me apaixonei. A letra é linda e triste, e juntamente com o clipe, te traz um sensação diferente que te faz ficar sem palavras.

Vi muita gente comentando e comparando ele com o Sam Cooke (outro cantor maravilhoso), e dizendo que ele tem uma alma antiga, e super concordo. Ele traz uma verdade em sua música, e é lindo de escutar. Sempre fico emocionada ao escutar sua voz.


Se quer conhecer um pouco mais desse cantor e artista incrível que é o Leon Bridges, o Spotify tem uma playlist linda pra vocês! É só clicar aqui 💛

Read More

Share Tweet Pin It +1

9 Comments

In 07 coisas blogagem coletiva blogs dicas united blogs

7 Coisas que odeio em um blog (ou coisas que atrapalham um blog)

Na blogagem coletiva desse mês no United Blogs 2.0, um dos temas era 10 Coisas que odeio em um blog. Odiar é uma palavra forte, e não tô aqui pra impor regra, então separei 07 (e não dez) coisas que me incomodam e que acredito que prejudicam um blog.

Vamos lá!

   1. Template com muita informação

Sabe aqueles blogs que quando você entra, não sabe pra onde olhar? Cores fortes, glitters, gifs, pop-ups e tudo o que tiver direito. Isso atrapalha a concentração, e as chances de alguém fechar a aba em poucos segundos é muito grande.

   2. Erros ortográficos recorrentes

Esse é um assunto um pouco delicado. Muita gente não teve uma educação de qualidade, e isso é um problema que ainda enfrentamos na nossa sociedade. Não é vergonhoso ou errado cometer erros gramaticais (eu, por exemplo, erro pra caramba, afinal não sou uma expert na língua portuguesa). Acho que o legal é você se corrigir e aprender com seus erros.

Sempre que tenho alguma dúvida com uma frase ou palavra que quero utilizar, eu pesquiso. Essa é a minha dica: escreva, leia, pesquise, releia, e corrija o que escreveu. Um erro aqui e outro ali não é problema. Acho que o ruim é persistir no erro, e não se importar em revisar seu texto.

Nada melhor que um blog com textos bem escritos.

   3. Imagens pequenas e/ou com má qualidade

Um post bem feito, além de uma boa escrita, tem fotos com boa qualidade. Fico bem triste quando entro em um blog, me interesso por um conteúdo e as imagens são muito pequenas e/ou com uma péssima qualidade.

Querendo ou não, a parte visual conta muito, e nada mais bonito do que fotos bem tiradas, e que dê pra ver os detalhes em qualquer dispositivo.

   4. Mil pop-ups na tela

Pop-ups são normais. Um ou outro é até aceitável, até porque são um meio de marketing para muitos blogs. O problema é quando você abre a página e tem aquela chuva de mini-janelas aparecendo na sua tela. 

Nada pior que não saber de onde elas vêm ou como fechá-las. 

   5. Não ter espaço com informações de contato/redes sociais

Fico bem triste quando gosto de um blog e não tem uma informação de contato visível. Seja uma página de contato ou links de redes sociais que fiquem em um lugar de fácil acesso. 

Pessoalmente, gosto de mandar um email, ou mensagem em rede social, para os criadores dos conteúdos que me interessam, então acho importante um espaço para contato dentro do layout.

   6. Layout bagunçado

Post na frente do cabeçalho, foto de perfil solta, categorias bagunçadas, e por aí vai. Sou meio chata com organização do layout, e acho importante ter um canto para cada coisa.

Além de ficar agradável visualmente, o blog fica mais intuitivo, e mais fácil de navegar. 

   7. Plágio

Não tem nada pior do que você entrar em um blog e já ter lido aquele conteúdo em outro. Além de ser crime, acho falta de caráter e de profissionalismo quando vejo cópias descaradas de posts de outros blogs com mais visualizações.

Se você quer começar o seu próprio lugar na internet, não tente fazer o que já existe, e nem copiar o trabalho dos outros. Use a sua criatividade e faça do seu jeito.



Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In desafio literário Isabela Freitas livros Não Se Iluda Não resenha

Não Se Iluda, Não • Isabela Freitas

“Sonhar não é a mesma coisa que se iludir. O sonho empurra você na direção dos seus objetivos. A ilusão paralisa, porque faz você acreditar que já chegou lá.” 
Em Não Se Iluda, Não, Isabela está em uma viagem na Bahia, mais precisamente em Costa do Sauípe, ao lado de seus amigos Pedro e Amanda, e sua prima insuportável, Nataly.

Durante o livro, Isabela conhece Gabriel, o “garoto perfeito” com quem ela sempre sonhou em ter um relacionamento, mas alguns acontecimentos confundem seus sentimentos.


Por um lado, ela se vê encantada por Gabriel, por outro, ela se pega tendo alguns pensamentos sobre seu melhor amigo, Pedro. Em meio a tanta confusão e acontecimentos, Isabela cria um blog, sob o pseudônimo de Garoto em Preto e Branco, onde desabafa sobre sua situação amorosa.

Isabela Freitas tem uma escrita leve, e que te faz ler o livro em dois segundos. É como se estivesse em uma conversa entre amigas, com capítulos curtos e bem escritos.

Apesar de suas citações muito bem feitas e passagens para te fazer pensar, o livro fala de um clichê adolescente, daqueles com triângulo amoroso e paixões pelo melhor amigo.


Tenho que admitir que esperava mais, mas quando terminei de ler, achei que foi só mais um livro com uma super dramatização de uma história simples, sem muitos pontos altos e baixos.

Isabela é uma personagem normal, com seus dramas amorosos, e que tem sentimentos muito intensos, e por conta disso, as situações parecem ser maiores do que são.

Ainda não tenho certeza se gostei do livro, mas acredito que para quem gosta de uma leitura rápida, ou que esteja querendo criar um hábito de leitura, ele pode ser uma boa escolha.

NÃO SE ILUDA, NÃO
Autora: Isabela Freitas
Editora: Intrínseca
Lançamento: 2015

Read More

Share Tweet Pin It +1

10 Comments

In blog do IM blogagem coletiva inspiração pessoal texto united blogs

Esse foi o início de tudo!

Começou em 2013. Um texto ali, uma frase aqui, e o blog nasceu. Não fazia ideia o que queria com ele, e nem que se tornaria algo a mais. Tinha até outro nome: Unusual Dreamer. Era só um minidiário, um lugar pra escrever o que viesse a mente, sem nenhuma obrigação. 

Tudo mudou em 2014. Fiz um intercâmbio, e fui compartilhando todas as minhas experiências em fotos, textos e vídeos. O blog foi crescendo. Fui gostando cada vez mais de escrever e expressar qualquer coisa que eu estava pensando, ou dividir coisas legais que encontrava por aí. 


Decidi mudar o nome do blog, e ele virou o Imprevistos Musicais. No início, me perguntavam a todo o momento o motivo do nome, e eu sempre respondia “É sonoro”.

A verdade é que minha vida nunca seguiu uma rotina certa. Não importa o quanto eu programe meu dia ou semana, sempre, sempre acontece um imprevisto. A parte do musicais é simplesmente porque minha vida é regada a música. É o meu trabalho, o que eu estudo, e o que ensino durante todas as minhas semanas. 


Desde então, o IM foi crescendo. Fui falando sobre música, livros, filmes, e histórias do meu dia a dia. Quando menos esperei, fui recebendo comentários. As pessoas gostavam do conteúdo, me mandavam mensagens, amigos me falavam que tinham lido meus textos, que eu tinha jeito pra aquilo. 

Na minha antiga faculdade, tinha colegas que falavam que os filhos começaram a ler, e que acompanhavam o blog. Fui conhecendo outras blogueiras, fazendo amizades, trocando figurinhas e experiências. Meu mundo foi se abrindo e a minha vontade de escrever só aumentou. 


O IM é o meu refúgio. Não é meu trabalho integral, mas é uma das coisas que eu amo e que me faz feliz. É o que me deixa mais calma, o que alimenta a minha alma e o meu cantinho onde posso ser quem eu sou. 

Read More

Share Tweet Pin It +1

8 Comments

In 8 de março Dia da Mulher dia internacional da mulher gente que me inspira inspiração

8 de Março: As Mulheres que me Inspiram

08 de Março. Dia Internacional da Mulher. Não temos um motivo exato da escolha da data, mas um deles é que no ano de 1917, um grupo de operárias saiu às ruas para protestarem contra a fome e a Primeira Guerra Mundial. O movimento aconteceu no dia 23 de fevereiro, se for contar pelo calendário russo, e no dia 8 de março, se formos pelo calendário gregoriano, que é o que usamos hoje.

fonte: BBC

Pensei muito no que eu poderia fazer para não passarmos a data em branco, e decidi fazer uma homenagem a 8 mulheres que me inspiram em algumas áreas da minha vida. Então vamos lá!
LITERATURA
Jane Austen, escritora inglesa do século XVIII | Sou apaixonada por Jane Austen. Seus livros são incríveis, ricos de detalhes e com histórias cotidianas escritas de modo irônico e romântico.

Um dos motivos que amo seus livros é a ambientação de suas histórias, e o modo que ela descreve o romance. Além disso, Austen retrata mulheres fortes e decididas. 

Temos personagens femininas que não ligam para os "talentos", aquelas habilidades que uma moça deveria ter se quisesse a atenção do seu futuro marido, mas sim para a educação que uma mulher deveria ter.

Austen tem tudo o que eu procuro em uma escritora. Em 41 anos de vida, ela nunca se casou nem teve filhos. Além da educação que recebeu em casa, frequentou um internato junto a sua irmã, em Reading.

Obras famosas: Orgulho e Preconceito, Razão e Sensibilidade, e Emma.



J.K. Rowling, escritora, roteirista e produtora cinematográfica britânica | Não sei nem o que falar sobre essa mulher. Ela é o motivo por eu ter me apaixonado pelo mundo literário e por eu ter me permitido a acreditar.

Joanne teve uma vida repleta de dificuldades: foi mãe solteira e teve ajuda do governo pra criar sua filha, sofreu um relacionamento abusivo, foi negada por 12 editoras, e teve que mudar seu nome, pois um livro escrito por uma mulher não venderia.

Escrevia histórias desde a sua infância, mas foi com a saga Harry Potter que fez sucesso. O que acho incrível sobre a J.K. é a habilidade e sensibilidade que ela tem de retratar nossos problemas e sentimentos dentro do universo mágico.

Ela trouxe à vida uma das minhas histórias favoritas, e com sua força, coragem e determinação é uma inspiração constante no meu dia a dia. 
MÚSICA
Joss Stone, cantora e compositora inglesa | a.k.a. minha cantora favorita de todos os tempos.

Joscelyn Eve Stoker assinou seu primeiro contrato aos 16 anos, e desde então tem feito cada vez mais sucesso no meio da música soul.

Ela é uma grande inspiração musical pra mim, tanto no estilo de música que quero fazer, quanto no estilo de artista que ela é.

A sua voz transmite muita paz, força, e amor pelo que faz. Cresci escutando sua música, admirando seu estilo musical, sua forma de cantar, de se expressar e de se apresentar.

Ela me passa verdade, sabe? Não encontrei nenhum cantora até hoje com quem me identifiquei e conectei tão rapidamente. 

A energia que ela passa, o fundo espiritual de suas músicas, a mensagem que ela transmite, são partes do motivo de respitá-la tanto.



Little Mix, grupo pop britânico desde 2011 | Leigh-Anne, Jade, Jesy e Perrie. Quatro mulheres fortes, belíssimas, talentosas, e inspiradoras.

Elas foram o primeiro grupo a ganhar o The X-Factor UK, e daí já podemos perceber o quão talentosas e incríveis elas são.

Desde o início podíamos ver que elas tinham algo diferente. Elas são amigas de verdade, e isso fica muito claro em todos os vídeos, shows e fotos que circulam pela internet.

Acho que esse é um dos motivos delas fazerem tanto sucesso e de inspirarem tanta gente: sororidade. 

A mensagem delas é de empatia, companheirismo, amor e confiança. As letras das músicas te animan, te motivam, e te passam aquela energia que você precisa na vida.

Sem contar no talento fora desse mundo que as quatro têm. Cada uma tem uma voz única, um estilo de se vestir e de se expressar únicos e quando se juntam é como se algo mágico acontecesse.

São uma inspiração pra mim como quatro mulheres confiantes e que mostram para o que vieram, como artistas seguras de si, e como um grupo unido e que transmite força em suas músicas.
INTERNET
Vanessa Lino, dona e criadora de conteúdo do canal e blog que levam seu nome | Nasceu em Florianópolis, mudou-se para Porto Alegre e hoje, morando na Holanda, inspira e motiva milhares de pessoas com seu jeito simples e verdadeiro.

Conheci o canal da Vanessa com o vídeo dela falando que iria se mudar para a Holanda. Pensei que seria mais uma youtuber legal de acompanhar, para saber como era a vida em um país diferente, mas ela superou minhas expectativas.

Ela mudou tanto desde o primeiro vídeo que vi, e mudou para melhor. Ela nos passa mais confiança, leveza, verdade e amor pelo trabalho dela.

A Vanessa já me motivou em pequenas coisas do dia a dia, sabe? Fazer tudo com mais calma, leveza e fazer aquilo que me faz bem, do jeitinho que me faz bem.

Ela é uma mulher muito especial, com uma energia maravilhosa, e que motiva e inspira muitas pessoas que acompanham seu dia a dia nas redes sociais.




Lilly Singh, comediante, atriz e youtuber canadense | A nossa querida Superwoman faz vídeo desde 2010 e ficou em décimo lugar entre os youtubers mais bem pagos na lista da Forbes em 2017. 

A Lilly foi o motivo de eu ter começado com o projeto "Gente Que Me Inspira". Em 2015, ela postou um vídeo entitulado The #GirlLove Challenge, onde ela desafia seus inscritos a elogiar uma mulher que os inspiram, usando a hashtag #GirlLove, e todo o dinheiro arrecadado por esse vídeo seria doado ao Malala Fund, que apoia a educação para meninas no mundo todo.

Lembro que quando vi esse vídeo, me bateu aquela alegria no coração, sabe? Comecei a ver gente de vários lugares compartilhando esse amor e gratidão pelas mulheres incríveis em suas vidas, e isso me trouxe uma sensação muito boa. Quis fazer algo parecido, e depois de muito tempo, fui colocando esse mini-projeto em ação.

Não lembro quando comecei a acompanhar a Lilly na internet, só sei que desde o primeiro momento eu me identifiquei com ela. 

Ela é engraçada, inteligente, divertida, empoderada, forte e muito, mas muito inspiradora. A Lilly vem de uma família indiana, e acho lindo o modo que ela faz questão de compartilhar um pouco da cultura dela com todos os seus seguidores. 

Além dos vídeos de comédia, temos vlogs que te prendem do começo ao fim, esquetes que ela faz com vários convidados super especiais, e até um livro ela escreveu, o How to Be a Bawse: A Guide to Conquering Life.

Hoje em dia, considero ela uma das mulheres mais motivadoras e inspiradoras de toda a internet, pelo simples motivos de levar tanta alegria, amor e positividade para a vida de milhões de pessoas.
CINEMA & TEATRO

Emma Watson, atriz, modelo e ativista francesa | Nossa querida Hermione Granger começou a atuar aos 9 anos de idade, e desde então foi ganhando espaço em várias áreas de atuação.

Ela começou em Harry Potter, participou de As Vantagens de Ser Invisível, Noé, A Bela e a Fera, O Círculo, e de muitos outros trabalhos como atriz.

Em todos esses anos, acompanhamos a evolução de Emma Watson: de uma garota interpretando uma inteligente bruxa à Embaixadora da Boa Vontada da ONU Mulheres.

Seu trabalho como ativista começou com a campanha #HeForShe, onde apoia a igualdade de gênero, e continua até hoje apoiando movimentos com o #MeToo, onde mulheres vêm quebrando o silêncio e denunciando abusos sofridos ao longo de suas vidas.

Nesse último 8 de março, ela e outras 75 mulheres assinaram uma carta reivindicando direitos iguais. Emma vem lutando e ajudando mulheres a usarem sua voz para se defenderem, se empoderarem, e isso é uma das coisas que mais admiro nela.

Para quem cresceu tendo Hermione Granger como referência, não poderia nunca deixar de citar essa mulher forte que é Emma Watson. 


Keala Settle, atriz e cantora havaiana | Nossa queridíssima atriz saiu dos palcos da Broadway ao estrear Priscila, Rainha do Deserto, em 2011, e vem ganhando o mundo com sua voz.

Conheci essa mulher linda em The Greatest Showman, pelo seu papel como Letty (a mulher barbada), e desde a primeira vez que a vi atuar e cantar, meus olhos se encheram de lágrimas.

O primeiro vídeo que me deparei foi do ensaio em que ela cantava This Is Me, e eu fiquei sem palavras. Uma emoção muito grande foi se construindo dentro de mim, quando vi estava chorando tamanha admiração de criei por essa mulher.

Com This Is Me, ela ganhou um Golden Globe para Melhor Canção Original, e já foi indicada a um Tony Award por sua participação em Hands on a Hardbody.

Ela me inspira de várias formas, seja como uma cantora excepcional, como uma atriz talentosíssima, ou como uma mulher que ama o seu corpo e nos motiva a nos aceitarmos e amarmos quem somos.

This Is Me virou um dos meus hinos, e ela passa toda a emoção que sinto ao escutar essa música. O trabalho que ela vem fazendo cativa e motiva jovens e adultos por todos os cantos do mundo, e me traz uma esperança de que tem muita gente boa por aí.


Fica então a minha pequena homenagem a essas mulheres que vêm fazendo uma grande diferença no mundo. Vou colocar aqui embaixo uma pequena lista de algumas outras que também são uma grande motivação para mim, e que fazem um trabalho incrível:

Read More

Share Tweet Pin It +1

22 Comments

In desafio literário livros Penelope Ward Querido Vizinho resenha

Querido Vizinho • Penelope Ward

Sou uma leitora compulsiva da Penelope Ward. Quando vi Querido Vizinho na livraria, não pensei duas vezes e comprei. E ainda bem que comprei, porque como sempre, Penelope não me decepcionou. Vem saber mais sobre a história de Chelsea e Damian.
"Lá dentro, me aproximei da parede e troquei minha obra de arte pela tela em que Damien havia me retratado com os cachorros. Com um enorme sorriso no rosto, fiquei ali olhando para ela por um tempo."
Chelsea acabou de ser deixada por seu ex-namorado Elec, e começa a acreditar que não foi feita para o amor. Decide, então, alugar um apartamento e recomeçar. Ela queria mudar de ares e focar mais em si, mas como fazer isso quando seu novo vizinho tem dois grandes cachorros que não param de latir e não a deixam dormir?


Damien é o novo vizinho, o “artista irritado” e o motivo de Chelsea se estressar quase sempre. Ainda mais depois que ela descobre que ele escuta todas as suas sessões de terapia por telefone. Ele sabe todos os seus segredos, mas depois de muitos conselhos amorosos, Chelsea e Damien se tornam bons amigos. O que ela não esperava era se ver apaixonada por ele.

Quanto mais o tempo passava, mais o sentimento entre os dois crescia, e por mais que Chelsea tentasse, Damien deixava claro que nada poderia acontecer entre os dois. Chelsea se apaixonou pelo melhor amigo. Damien tem um segredo que os impede manter um relacionamento. Até quando ele resistirá aos seus sentimentos por ela?
Mude a história.

Querido Vizinho é um livro divertido de ler. Damien é um personagem engraçado e que se preocupa muito com Chelsea. O relacionamento dos dois cresce ao decorrer do livro, e você se vê apaixonada pelo casal.

Em alguns momentos me senti um pouco incomodada com algumas ações de Damien, mas nada que estrague a história ou que coloque ele em uma categoria de “homem babaca”.

A leitura é bem rápida, e sem dramas exagerados. Temos uma história que se aproxima muito da realidade, e por isso é um livro que você pode se identificar. Penelope tem o dom de te prender à narrativa, e é um ótimo jeito de você aproveitar a tarde com uma história leve, sexy e divertida.

QUERIDO VIZINHO
Autora: Penelope Ward
Editora: Essência
Lançamento: 2018

Read More

Share Tweet Pin It +1

10 Comments

In 642 coisas carta gente que me inspira inspiração pessoal texto

Uma carta para quem me inspira

Olá, você!

Conheci seu nome antes de te conhecer. Eu só ouvia elogios. Todos falavam de você com um carinho enorme no coração, e a vontade de te conhecer só aumentava. Lembro da primeira vez que te vi cantar. Que voz era essa?! Eu fiquei encantada e minha admiração só aumentou. Amava quando você começava a cantar aquela música e se perdia em meio às melodias.

O seu sorriso para cada um que adentrava aquela sala era genuíno. Você transmitia uma força e uma energia que nos contagiava. Não sei se você tinha noção disso, mas a gente sentia, e muito. O seu jeito tranquilo nos acalmava, e seus gritos de incentivo nos impulsionavam a ir além.

Você acreditava em cada um de nós, e gosto de pensar que ainda acredita. Você acreditou em mim quando nem mesmo eu acreditei. E o quão importante isso foi pra mim! Os dias passavam e a ansiedade crescia dentro de mim. Não via a hora de ouvir seus conselhos e críticas.

Meu coração se enchia de alívio e felicidade quando eu soltava a minha voz e via seu sorriso orgulhoso. Quando eu tinha dificuldades, com toda sua calma e paciência, você me ajudava a superar. Me explicava passo a passo, me mostrando caminhos diferentes, e no fim sempre falava: "Concorda comigo? Você pode discordar!". Sua humildade era admirável. 

Não conheci metade do que você foi, mas a parte que conheci foi o suficiente para ver a pessoa de coração puro que você era. Do fundo do meu coração, queria te agradecer. Agradecer por ter me acolhido, por ter me inspirado, por ter me ouvido. Agradecer por tudo o que fez e pelo que nem imagina que fez por mim. 

Conheci mais sobre o seu passado e fiquei encantada. O quanto você já fez! Não tirei o sorriso do meu rosto a cada foto, vídeo e declaração que via sobre você. Que inspiração!

Se eu pudesse mudar algo, acho que só diria tudo isso cara a cara. Me faltou oportunidade, mas principalmente coragem. No início, eu ficava meio intimidada. Achava que tinha uma cara meio malvada, mas me enganei. Como me enganei! Você era a pessoa mais amorosa que já conheci.

Ainda é difícil acreditar, mas eu vou acreditar. Você fez com que eu me enxergasse de outra forma. Todo dia, eu tento ver aquilo que você viu em mim. Quero que se sinta orgulhoso! E que, onde quer que esteja, saiba que temos muito amor e gratidão por você e por tudo que nos passou. 

A música vive dentro de nós e é o que nos une. É o que nos dá força e é a força que precisamos para chegar lá. 

Obrigada, por tudo!

Com amor,
Yamana Diniz.

Esse texto faz parte dos projetos "Gente Que Me Inspira" e "642 Coisas". 
11. Escreva uma carta de amor para quem já se foi.

Read More

Share Tweet Pin It +1

2 Comments