In blogmas inércia pensamentos da madrugada pessoal textos

Quando vivemos na inércia

O ser humano é uma criatura peculiar. Quanto mais coisas ele faz mais ele quer fazer, e o contrário também existe. Quanto mais tempo a gente passa sem fazer nada, menos queremos fazer no dia-a-dia.

Há uns meses eu estava enlouquecendo: dois trabalhos, faculdade e escola de música. Simplesmente não parava para respirar, não conseguia estudar no tempo livre (já que ele não existia), vivia sem energia, e mal dormia. Larguei um emprego, meses depois o contrato do outro acabou. Faculdade continuou, escola de música também, mas entramos nas tão sonhadas férias. Eu não poderia estar mais agradecida, certo? Sim e não.

Lógico que tudo o que eu mais queria eram as minhas férias, principalmente por não querer me preocupar com trabalhos ou apresentações das duas escolas, mas junto com as férias vem algo que eu sempre tive medo: o fato de ficar parada. Não digo parada literalmente, mas sim no fato de não fazer tantas coisas quanto faria se não estivesse de férias. Faz sentido?

Há alguns anos, quando eu terminei o ensino médio, tive ali meu ano ruim, e ele começou assim: com a Yamana sem fazer muita coisa. Acho que o medo maior é voltar naquele tempo, sabe? O que eu quero dizer é que, mais que nunca eu quero sair dessa inércia, e não que eu queria me obrigar a fazer coisas que eu não tô afim só pra não ficar parada, não é isso. Mas eu quero me desafiar a fazer coisas novas, a testar outras coisas, a criar projetos novos.

Infelizmente, junto com essa vontade vem aquele medo, que sempre esteve ao meu lado. O que fazer? E se não der certo? E se for uma perda de tempo? Eu deveria estar trabalhando? Ou deveria estar estudando mais? São muitas questões que me amedrontam, mas que eu sei que devo me esforçar para não pensar tanto assim nelas.

Quero tirar esses meses de dezembro e janeiro pra me redescobrir. Quem é a Yamana? O que ela gosta de fazer? O que ela não gosta? O que ela quer realizar? Quais são seus sonhos? E suas vontades? Para onde ela quer ir, e quando ela quer ir? São alguns pontos que quero descobrir nesses próximos dias, e que espero conseguir.

Agora eu te pergunto: vai ficar nessa inércia, ou fazer de tudo para sair dela?

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In blogmas bucket list pessoal

Fiz minha bucket list!

Esse post seria mais uma lista de metas para o próximo ano, mas aí no meio da digitação pensei: 'por que não fazer uma bucket list?'. Se você não sabe, bucket list é uma lista de coisas para fazer antes de morrer. Então vamos lá! Aqui estão todas as coisas que eu gostaria de fazer, não somente no próximo ano, mas durante toda a minha vida.

Claramente, algumas coisas eu quero realizar pra ontem, mas outras são coisas que espero realizar ao longo da vida. Os itens conquistados estarão em amarelo, e irei fazer postagens, ou aqui no blog ou no youtube ou nas redes sociais, contando como foram as minhas experiências. Let's go! 
  • Participar de um musical
  • Fazer trabalhos de freelancer
  • Doar e vender o que não preciso mais
  • Fazer receitas salvas
  • Finalizar e gravar uma música autoral
  • Ir/participar de algum festival de música
  • Ler Senhor dos Anéis
  • Receber uma massagem
  • Escrever um livro
  • Ser dona do meu próprio negócio
  • Ser babá por um dia (ou noite)
  • Levar minha mãe para jantar/almoçar
  • Ser reconhecida pelo meu trabalho
  • Fazer trabalho voluntário (crianças, idosos, animais, e/ou meio ambiente)
  • Pintar uma parede
  • Conhecer algum país africano
  • Fazer um pedido em uma fonte
  • Viajar sozinha
  • Passar a virada de ano fora de Brasília
  • Conhecer a Itália
  • Morar fora do país
  • Me apaixonar
  • Casar
  • Ter filhos
  • Adotar uma criança
  • Ter cachorros e gatos
  • Patinar no gelo
  • Dublar um personagem
  • Fazer shows
  • Participar de uma sessão de fotos
  • Gravar um videoclipe
  • Doar sangue
  • Levar minha mãe para conhecer um país que ela sempre quis
  • Passar o Natal na Disney
  • Assistir um musical na Broadway
  • Ir para a praia na Austrália
  • Conhecer a Nova Zelândia
  • Passar um Saint Patrick's Day na Irlanda
  • Participar do festival das lanternas na Tailândia
  • Mergulhar em um mar águas cristalinas
  • Ter a minha própria casa
  • Conhecer um famoso que eu admiro
  • Tirar uma foto na Abbey Road 
  • Fazer o Caminho de Santiago
  • Fazer um mochilão
  • Participar da gravação de um talk show ou série de tv
  • Conhecer a Califórnia
  • Conhecer South Carolina
  • Ver o nascer do sol em uma praia
  • Gravar com alguém que me inspira
  • Visitar um santuário de elefantes
  • Andar de bicicleta na praia
  • Fazer um scrapbook
  • Acampar em um floresta
  • Escrever cartas à mão para meus amigos
  • Participar de uma corrida 
  • Fazer uma maratona de filmes
  • Experimentar comidas de países diferentes
  • Fazer uma roadtrip
  • Ir em uma tirolesa
  • Aprender outra língua
  • Estudar fora do país
  • Ser madrinha de casamento
  • Ser madrinha de algum baby
  • Pular de paraquedas
  • Passar uns dias em um spa
  • Ir em um rodízio de sushi
  • Conhecer Machu Pichu
  • Visitar uma vinícola
  • Conhecer a Índia
  • Andar em um balão de ar quente
  • Participar da Ocktoberfest na Alemanha
  • Conhecer mais países da América do Sul
  • Ajudar alguém a realizar um sonho
  • Ir em um jogo de futebol americano e de basquete nos EUA
  • Ver a neve
  • Fazer minha própria pizza
  • Esquiar na neve
  • Andar de bicicleta em Amsterdam
  • Conhecer o Canadá
  • Me surpreender com algo inusitado
Com o tempo, vou adicionando coisas novas aqui

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In blogmas pensamentos da madrugada pessoal textos

Sobre sair, dançar, se divertir e se permitir

Essa semana fomos a festa de formatura da minha prima. Confesso que sempre fico meio deslocada nesses eventos, porque tenho muita vergonha de me soltar e me permitir ter um momento legal. Sempre fui muito alta, grande, e toda vez que encontrava com amigos e familiares para dançar, me sentia o próprio boneco do posto de gasolina toda desengonçada.

Tudo faz parte desse treco que a gente chama de autoestima, e a minha não é lá das melhores. Acontece que ontem dei o primeiro passo para ligar o foda-se e me permitir fazer algo para me sentir bem comigo mesma, sabe? Encontrei com duas primas, sem nem saber que elas estariam lá, e acho que pelo motivo de não nos vermos há um tempo, e estarmos tão felizes de termos nos encontrado, eu não pensei muito sobre o que outras pessoas iriam achar ao me ver dançando.

Juntei isso tudo ao fato de ter sido uma semana bem cansativa, e simplesmente dancei. Dancei bem? Dancei mal? Não liguei muito, o fato é que eu nunca me diverti e ri tanto em uma noite só. Não me importei se estava parecendo o bambi em uma pista de gelo, ou se era a própria dançarina da Beyoncé... Eu só me diverti. E eu nunca me senti tão leve quanto nessa noite.

Posso não ser a pessoa que agora está ligando o foda-se para tudo na vida, mas pelo menos para esses fatores de parar de pensar no que estão pensando de mim... nisso eu tô começando a mudar. Nada vai ser do jeito que eu imagino de um dia pro outro, e com certeza virão momentos em que não estarei confortável comigo mesma, mas o legal é que o primeiro passo foi dado, e isso é o que importa. 

Então, se tem uma dica que posso dar a vocês é: saiam, dancem, cantem, pulem, se divirtam, e o mais importante... se permitam! 

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In blogmas canal do IM natal vídeo vlogmas youtube

Já viu o vlogmas?

Sabia que tá rolando vídeo -quase- todo dia lá no canal do IM?! Pois é, o #Vlogmas já se tornou tradição lá no canal, e esse ano não seria diferente! Gosto dessa época do anao porque eu me forço a testar coisas novas, e a ser um pouco mais organizada do que eu sou, sabe?

Ano passado acabei desanimando total do vlogmas, por problemas pessoais mesmo, e esse ano voltei com a energia que gosto de colocar nesses vídeos. Meu principal problema quanto aos vlogmas é a edição dos vídeos. Estou tentando fazer algo mais simples, tanto por conta do meu computador (que é a coisa mais lerda da vida), quanto pelo fato de querer vídeos mais a minha cara e sem tanta edição, sabe? Tô tentando me encontrar ainda nisso, mas até agora tá dando certo.

Se você ainda não viu nenhum vídeo, tá aqui a playlist do #Vlogmas desse ano. O conteúdo tá bem legal, e como eu disse no primeiro vídeo, quero trazer mais conteúdo de música pro canal, afinal a minha gira em torno da música.

Espero que vocês gostem, e se quiserem dar alguma sugestão, é só deixar nos comentários!

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In blogmas cambridge fotografia inglaterra intercâmbio lentes no intercâmbio viagem

FOTOGRAFIA | CAMBRIDGE

O que dizer de Cambridge? Aquela cidade linda, calma, cheia de história e estudantes correndo para todos os lados. Fiquei super feliz quando fomos para lá, e apesar de ter sido somente um dia para descobrirmos tudo o que pudéssemos, foi um dos lugares que mais amei ter conhecido. 

Me senti super a vontade de passear sem rumo e descobrir o que Cambridge tinha para nos mostrar. Feirinhas, cafés, artistas de rua, suas contruções belíssimas, e isso tudo com um clima ensolarado só para deixar tudo mais lindo. Vem conhecer um pouco de Cambridge comigo!


Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In #Throwback blogmas música

#Throwback: Bandas de uma fase emo/punk

Enquanto eu montava a árvore de natal desse ano, Ayana deitou do meu lado e ficamos escutando música. Aí lembramos de algumas bandas que a gente amava quanto éramos adolescentes e estávamos naquela fase emo/rock/punk que todos já passaram (e que a gente ama, fala a verdade).

Montei então uma playlist com as músicas que não saiam do replay, e que tenho certeza que vocês irão se identificar muito! Tem desde Nx Zero, Fresno, a Simple Plan, Leela e Banda Lipstick (lembram?)

Dá o play!

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In blogmas collabs musicais favoritos lista música natal vídeo

Melhores collabs do mundo musical

Quem não ama uma boa collab?! No ramo musical, o chamado featuring, é o que move a indústria, e o que faz os fãs enlouquecerem. Durante muitos anos, os maiores artistas se juntam para colaborarem em hits incríveis e que ficam no coração de muita gente. 

Pensando nisso, fiz uma lista das minhas collabs favoritas no meio musical, e que eu tenho certeza que você também vai amar. Ah! Vale lembrar que lógico, várias músicas incríveis ficaram de fora, mas aí eu precisaria de vários e vários posts para falar de todos eles. Separei 07 que são as que mais escuto no replay. Vamos lá!
LADY MARMALADE - CHRISTINA AGUILERA, LIL' KIM, MYA & P!NK

A gente começa de um jeito bem girl power com essas mulheres maravilhosas!! Originalmente, Lady Marmalade foi uma música lançada em 1974 pelo grupo Labelle (Patti Labelle rainha), e em 2001 ela foi regravada para a trilha sonora do filme Moulin Rouge pelas cantoras Christina Aguilera, Lil' Kim, Mya e Pink. O clipe é bem icônico, com sua ambientação bem estilo burlesque, e elas estão lindérrimas, sem contar que as vozes estão super potentes, cada uma mostrando o que faz de melhor. Com certeza, é uma das músicas mais reproduzida em karaokês, e quem não se sente a pessoa mais poderosa da vida cantando (e talvez dançando) Lady Marmalade?! Eu amo!
ONE - U2 ft. MARY J. BLIGE

Acredito que esse seja o meu feat. favorito da vida. U2 é uma banda que eu nasci escutando (isso que dá morar com dois fãs loucos), então eu aprendi a amar cada música deles. Lembro que a primeira vez que escutei One, lançada originalmente em 1992, me apaixonei, mas quando saiu a versão com a Mary J. em 2006, eu surtei, e sempre vinha aquela vontadinha de chorar. A letra da música é linda, e a interpretação dessa mulher me dá arrepios. Sem comentar que essa é a música favorita da vida da minha mãe, então tem mais razões sentimentais por trás dela.
AIR GUITAR - MCBUSTED

Air Guitar é uma música pra você se divertir, ponto final. Lançada em 2014 pela collab do McFly e da banda Busted, por isso McBusted (bem originais haha). Apesar da junção do grupo ter sido somente por um tempo, deixou muitos fãs revoltados, mas isso não descarta o fato de que as músicas são muito boas (e se eu tivesse a opotunidade, teria ido aos shows deles, com certeza). Além desse single, temos "Get Over It", que também é muito bom, assim como o resto do álbum. 
APOLOGIZE - ONEREPUBLIC ft. 
TIMBALAND
Existe alguém que não gosta dessa música?! Acredito que qualquer pessoa que tenha escutado música nos anos 2000, com certeza já cantou muito Apologize da banda OneRepublic (principalmente nos momentos de bad - Taylor Lautner concordaria). O produtor/rapper/dono do mundo Timbaland, fez uma versão remixada da música, e na época, lembro que era uma das músicas mais tocadas nas rádios. Que feat., né Brasil?!
WOMAN LIKE ME - LITTLE MIX ft. NICKI MINAJ
Uma das músicas que tomou conta da minha vida ultimamente é Woman Like Me, das mulheres maravilhosas do Little Mix, com a participação especial da Nicki Minaj. Sinceramente, quando vi que o primeiro single de LM5 seria com a Nicki, fiquei meio receosa porque não sou tão fã assim da rapper, mas me surpreendi. Que hino de música!! O clipe ficou incrível, e junto com a canção passam uma mensagem super feminista, não esquecendo de comentar o fato de todas as quatro estarem super maduras, e com as vozes no lugar perfeito! E lógico, Nicki Minaj fez um trabalho muito bom, e combinou muito com a dinâmica e com o conceito do single.
FINESSE - BRUNO MARS ft. CARDI B

Como eu disse nesse post, Bruno Mars é aquele ser que sempre se supera! A cada álbum é um hit melhor que o outro, e se eu pudesse, colocaria todas as collabs dele nessa lista porque são TODAS muito perfeitas. Ultimamente, a minha favorita é Finesse. O single faz parte do álbum 24k Magic, lançado no início de 2018, e que álbum, minha gente! É uma música melhor que a outra, e essa é uma das mais contagiantes, porque além do clipe 100% inspirado em In Living Color, temos a incrível Cardi B arrasando nesse feat. Sem mais comentários!
MY BOO - USHER ft. ALICIA KEYS

E pra fechar com chave de ouro, a collab da vida: Usher (baby) e Alicia Keys! Preciso falar mais? Já fiz um post falando dos meus R&B'S favoritos dos anos 2000, e My Boo faz parte dessa lista. É aquela música que nos primeiros segundos já te arrepia e te transporta para o seu eu adolescente assistindo clipe na tv. Bons tempos! Pra mim, o Usher é um dos melhores cantores e produtores dos últimos tempos, e tudo que ele faz é maravilhoso. Aí ele se junta com Alicia Keys que é uma cantora super renomada, com essa voz rouca e com uma veia completamente R&B... Não tem como dar errado! My Boo foi lançada em 2004, e faz parte do álbum Confessions do cantor.

Agora me conta, quais são os seus featurings favoritos?! Comenta aqui embaixo!

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In blogmas blogmas 2018 intercâmbio viagem

Motivos para fazer um intercâmbio!

Vai fazer 5 anos que fiz meu intercâmbio para a Inglaterra, e parece que foi ontem. Desde aquele momento, a vontade de viajar e conhecer novos lugares só aumenta! Quero conhecer outros países, outras pessoas, outras línguas e culturas. Como essse blogmas vai ter uma vibe meio "siga seus sonhos", achei super válido fazer uma lista com motivos para você fazer um intercâmbio (seja ele qual for). Vamos lá!
SAIR DA ZONA DE CONFORTO
O primeiro motivo pode ser meio óbvio, mas não deixa de ser verdadeiro. Acredito que qualquer experiência fora do país vai te fazer sair da sua zona de conforto, mas o intercâmbio meio que te obriga, sabe?! Você que tem que se virar, em todos os aspectos, principalmente se você passa um período muito grande. Você vai viver coisas que não estavam na sua rotina, vai participar de projetos (se for um intercâmbio a trabalho e/ou estudos), vai ser responsável por crianças (no caso do au pair) e/ou por animais e meio ambiente (no caso do trabalho voluntário). 

No meu caso, que tinha 16 anos na época e era super hiper tímida, tive que me virar em outra língua, dar a cara a tapa se quisesse fazer qualquer coisa. No primeiro momento assusta, mas depois você se acostuma e quando menos espera já tá lá falando com quem aparecer na sua frente, sem medo de ser feliz. 
INDEPENDÊNCIA
Quando você sai da sua zona de conforto, automaticamente vai crescendo uma certa independência dentro de você. Não tem nada mais legal do que resolver as coisas sem ficar dependendo de alguém, entende? Por sempre ter sido muito tímida e na minha, com o intercâmio eu comecei a ter mais confiança em fazer as coisas sozinhas. Afinal, você estará sozinha em um país que nunca conheceu, com pessoas que não conhece, e uma língua que não é a sua. Você vai se virar, e voltar pro Brasil super segura de resolver os perrengues da vida.
CONHECER O NOVO E O DIFERENTE
Na minha opinião não tem nada mais empolgante do que o novo. Adoro tudo que é novo, que é diferente, e no fim o seu intercâmbio vai ser isso: coisas novas e diferentes que vão te deixar maravilhado! São pessoas novas, comidas novas, lugares novos, costumes novos e uma língua nova. Você vai voltar para casa (isso se não decidir ficar por lá), com a cabeça mudada. Quandos menos perceber, a pessoa nova será você!
AUTOCONHECIMENTO
Imagina você em um lugar desconhecido onde a única pessoa que você contar é você mesmo. Acontece que você começa a se conhecer de um jeito que nunca imaginaria. Você passará algum tempo sozinha antes de fazer uma amizade, e esse tempo vai ser essencial para você se redescobrir: o que gosta, o que não gosta, como age em certas situações, quais seus pontos fortes e fracos... Tudo será motivo para aprendizado, e você vai crescer muito como pessoa!
 EXPERIÊNCIA ÚNICA
E juntando tudo isso que eu falei, no fim o seu intercâmbio será uma das melhores experiências da sua vida. Nada será como ele, e por isso digo que é um momento único de se viver. As lembranças serão as coisas mais valiosas que você guardará no coração, cada risada, cada choro, cada momento de desespero e de alegria... Tudo se tornará um grande motivo para você querer preservar essa época, e aproveitá-la ao máximo. 

Você voltará com outra cabeça, com novos costumes, com gostos diferentes, com planos diferentes. Você verá que o mundo é um lugar enorme e cheio de oportunidades, prontas para serem vivenciadas. Você terá sonhos que antes não tinha, ou que nem acreditava que seriam possíveis. Sua vontade de conhecer mais do novo se intensificará, e quando menos perceber, vai estar planejando outro intercâmbio, outra aventura para o futuro.

Meu intercâmbio foi uma experiência que eu não troco por nada nesse mundo, por isso eu digo: se tiver a oportunidade, se agarre a ela e vá!

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In blogmas blogmas 2018 natal

É tempo de Blogmas!

O post vai ser simples, mas nem por isso deixa de ser especial. Desde que me entendo por gente, eu amo o Natal. Sempre foi a minha época favorita do ano, sempre senti uma energia e uma magia incrível no último mês do ano. Mas do ano passado pra cá, algo foi acontecendo, e tenho me sentido estranha no fim de ano. 

Não sei se minha cabeça foi mudando, ou tudo em minha volta esteja diferente, mas aquela magia que eu sentia desde pequena está se perdendo. Então, me propus a fazer desse mês de dezembro, o melhor do meu ano. Quero reviver todas aquelas lembranças e sentimentos que sempre me envolveram, e resgatar aquele brilho que eu tinha só de pensar que o Natal estava chegando.

Nos próximos 31 dias, vai rolar tanto aqui no blog quanto no canal, vídeos e post sobre tudo que eu mais amo e bem do meu jeitinho. A verdade é que eu quero me redescobrir, e quero levar vocês comigo nessa. Então, fiquem ligados aqui no blog, e lá no YouTube pra acompanhar os próximos dias, pois pretendo tornar este um mês cheio de alegria e amor na minha, e na sua vida

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In dia do músico inspiração lista música

5 Cantores que me inspiram


Ontem, 22 de novembro foi o Dia do Músico! Como uma bela atrasada que eu sou, o post em homenagem sai hoje. Em 2015, contei quais eram meus artistas favoritos, e hoje escolhi cinco cantores que me inspiram: tanto pela carreira, quanto pela música, e principalmente pela voz. Vamos lá!
Freddie Mercury
Freddie sempre foi fonte de inspiração pra mim. A voz dele me passa uma coisa inexplicável, a forma como ele lidava com a música me afeta de um jeito, que sempre me emociona. Ele colocava muito sentimento na voz, e isso traz uma visão diferente para cada música. É um cara em que eu tento me espelhar na minha carreira musical. 
Etta James

Que mulher! Conheci Etta James uns anos atrás, quando assisti Cadillac Records, e desde então não paro de escutar. Como vários artistas da época, ela tinha seus problemas com álcool e drogas (o que vemos no filme), mas ela foi um grande nome feminino na música soul, no R&B e no jazz. Ela tinha um poder na voz, que me arrepia sempre. Uma das minhas músicas favoritas é I'd Rather Go Blind. Beyoncé interpretando ela no filme é de arrepiar, mas a própria Etta cantando... Você consegue sentir a dor dela através da música. Não sei nem como explicar!
Joss Stone
Depois do show da minha vida, vocês já devem ter uma ideia que Joss Stone é uma das minhas cantoras favoritas da vida! Ela tem um arranhado na voz que te toca, sabe? Ela é uma das minhas referências tanto falando de voz, quanto de estilo de música que quero fazer. Ela te passa uma pureza, uma sinceridade tão grande, isso sem contar na experiência maravilhosa que é ouvir essa mulher ao vivo. As letras têm significado, ela te passa muito sentimento, e é uma simpatia que só, né?! Impossível não se apaixonar por essa mulher. 
Beyoncé
Então, o que falar de Beyoncé?! Pra mim, ela é a definição de perseverança, trabalho duro, e foco! Sem deixar de lado, é claro, o fato dela ser uma mulher super independente, poderosa e talentosa. Muitos já sabem que ela começou sua carreira criança, e com o tempo foi evoluindo até chegar nesse ícone de mulher que ela é hoje em dia. O show dela é uma coisa de louco. Você percebe que tudo foi muito bem planejado, ensaiado várias e várias vezes, e que ela tem todo o cuidado e trabalho para que seja um grande espetáculo. Mais que a voz e a dança maravilhosa, pra mim, ela é uma inspiração de business woman, sabe? #QueroSerQueNemBeyoncé
Bruno Mars
E pra finalizar com chave de ouro, a pessoa que eu morreria de felicidade se eu fosse em um show. Bruno Mars é um dos artistas mais completo da nossa geração: canta muito, dança demais, e te oferece um big de um espetáculo. Tudo nele me inspira, desde as músicas alto astrais, à técnica vocal, às danças empolgantes, à banda super talentosa e carismática... Tudo sobre Bruno Mars é inspiração. O que eu mais gosto nele é que ele sempre consegue se superar. Quando eu penso que ele já alcançou a perfeição, ele vai lá e faz ainda melhor. Que homem!

Quem são os cantores que te inspiram?!

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments